terça-feira, 10 de julho de 2007

Direito ao Contraditório do IST

Como que em jeito de resposta às Contas de Guardanapo, o Prof. Carlos Matos Ferreira, enviou este mail aos 10493 alunos:

assunto: O IST não vai ser privatizado!

Ao contrário do que consta da notícia do semanário Sol do passado dia 7/7/2007, o IST não vai ser privatizado.

O que está a ser discutido na Escola é a possibilidade do IST optar pela figura jurídica de fundação pública de direito privado. Esta nova figura jurídica consta do Regime Jurídico das Instituições de Ensino Superior, recentemente aprovado na generalidade pela Assembleia da República.

O referido regime jurídico estabelece que estas fundações fazem parte da rede de ensino superior público, cobram as mesmas propinas das restantes instituições de ensino superior público, recebem dotações do orçamento de estado para o seu funcionamento e mantêm um quadro de funcionários públicos.

As diferenças entre o regime jurídico actual e o que se está a discutir são principalmente ao nível da maior autonomia do ponto de vista administrativo, financeiro e patrimonial. As vantagens decorrentes da maior agilidade resultante do regime fundacional têm vindo a ser ponderadas e comparadas com os potenciais riscos do novo modelo.

Após aprovação da lei na especialidade, prosseguirá o debate interno que culminará com a decisão sobre qual o modelo a adoptar, previsivelmente em Setembro, sendo portanto falsas as notícias de que a decisão já estaria tomada.


Prof. Carlos Matos Ferreira
Presidente do IST

Aguardo pelo o fervoroso "debate interno que culminará com a decisão sobre qual o modelo a adoptar", só possível no mês de Agosto. Nada intencional este jogo de agendas...

Não é preciso entrar em pânico Senhor Professor Presidente. Infelizmente, pelo que vejo da parte dos alunos, parece-me que as coisas não vão passar de umas faixas pretas na nossa medíocre AE. Não se preocupe!, depressa os meninos da "jota" as deixam cair com o vento.

5 | comentários:

Rosa disse...

NÃO SERÁ PRIVATIZADO! Como diz logo na página de entrada do IST.
Será apenas tornado numa "Fundação Pública de Direito Privado".

Esses meninos da "jota" falam falam e depois limitam-se a meter umas faixas pretas na AE. Bah!
Nem informar os alunos conseguiram fazer! Limitaram-se a simples frases como "já reparaste que já não podes beber quando te apetece nem fumar onde te apetece?"

Que vergonha.

tiago disse...

agora que ninguém nos ouve: puta que pariu as jotas!

Miguel Romão disse...

São políticos de carreira que vêem a AE como trampolim político, estava com esperanças que eles fizessem mais alguma coisa?

:\

Rosa disse...

realmente, é que nem assim vão longe nos tachos!

tiago disse...

à espera nao estava, mas temos sempre aquela esperaça.... :S