quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

de novo os caninos.

fotografia © tiago gonçalves | 2008

há algo nestes animais que tento compreender repetidamente e sempre sem sucesso. chamar-lhes sussessivamente de melhor amigo do homem é no mínimo falso. mesmo que exista uma saudável comunhão de interesses, a relação entre nós e estes seres peludos não é amizade! estou certo. talvez seja apenas curiosidade mútua.

8 | comentários:

Capitao_Mostarda disse...

Gostei das fotos!
No entanto, tenho que discordar de ti em relação à descrição que fizeste.
O cão é, sem sombra de duvidas, o animal que se encontra mais vincado ao Homem. Estabelece-se entre eles uma relação q, a meu ver, pode ser classificada como amizade. Porque, desculpa que te diga, haverá muitos canídeos que merecerão muito mais a nossa amizade do q outros humanos que se intitulam de "amigos". Pergunto-te quantos amigos teremos realmente dispostos a dar a vida por nós, por exemplo. Acredita que o nosso cão o faria sem pensar duas vezes.
Para ele, nós somos o seu lider, somos parte do seu clã e, acima de tudo, somos vistos como um irmão. Os cães chegam a ter uma relação quase de dependencia em relação a nós. Quando abandonados não se alimentam, ficam deprimidos, no fundo perdem a chama que tinham la dentro.
Se sentissemos pelo nosso cão, que temos lá em casa, o que ele sente por nós, não haveria um único cão abandonado. Ele tem uma profunda amizade por nós. Já o contrário nem sempre se verifica, infelizmente...
É o meu ponto de vista, e por isso mesmo não passa disso, uma simples opinião pessoal.
Abraço!

tiago disse...

vasco, muito obrigado pelo comentário. até tenho vontade de responder já... mas o relógio por vezes está com manias e não deixa.

assim que poder terei todo o gosto e prosseguir com a discussão.

grande abraço!

mariacarmo disse...

A minha solidariedade vai, em grande parte, para o Capitão Mostarda... Tenho um bilú :) cá em casa e sem dúvida que é o meu melhor amigo (quando não tem de escolher entre mim e a lareira...). Não falo em curiosidade, mas sim em necessidade. Antes as relações humanas fossem assim, tão simples: necessitamos do outro mas sempre o recusamos. Os animais não nos recusam e, embora sem a nossa capacidade craneana, deveríamos reaprender o quanto, um dia, a existência humana foi pura enquanto tal.
E VIVAM OS CANÍDEOS :)

P.S.: Escusado será dizer que as fotos estão o máximo...

Axpegix disse...

off topic: no comment do axpegixoundz linkaste para... o meu próprio post, lol

tiago disse...

capitão e mariacarmo, isto da resposta esta complicado... quando tiver aquele tempo irei redigi-la, ou então seria até preferivel, uma discussão mano a mano. mas não creio que seja fácil ;)

mariacarmo disse...

Mano a mano?... Eu sou gaija, mais frágil e tal, e estaria em desvantagem clara ;)
Fico então à espera de uma resposta descomplicada, e espero que o Capitão Mostarda também :)

RG disse...

Favacal ,tás com a cabeça a prémio pelo que estou a vêr .Comcordo um pouco contigo apenas no aspecto de que existem determinadas raças de cães que deviam sêr banidas do universo .Pelo menos é o que sinto quando ouço dizer que uma criança foi atacada por um cão ou mais grave e passou-se recentemente sêr atacada e morta por um cão.E isto é recorrente .Só neste aspecto pois também gosto de cães e inclusivé já tive um S. Bernardo que é um cão extremamente bondoso.
Boas fotos .Abraço .

RG disse...

Só para corrigir Concordo e não comcordo